Mara escolheu não saber se tem doença de Huntington

A avó teve a doença, a mãe já fez o teste que foi positivo. Mara Andrade não quer saber. Decidiu que o que quer mudar na sua vida é independente de um prognóstico de uma doença.

Foto
Paulo Pimenta

Mara Andrade é médica, tem 32 anos e, para já, decidiu que não quer fazer um teste genético preditivo para a doença de Huntington. Para já, Mara não tem filhos. Teve uma avó com a doença e agora, há “um ano e qualquer coisa”, soube o resultado positivo do teste que a mãe fez. “Não me sinto preparada para ter um resultado positivo. Não me sinto preparada para que a minha vida não se torne na doença a partir do momento em que eu tenha um resultado positivo”, justifica. E pergunta: “Entende?”

Sugerir correcção
Ler 2 comentários