Entrevista

Primeiro mercado internacional das séries portuguesas “quer propiciar um movimento global de conteúdo português”

Em Abril, Portugal vai ter uma montra para as séries em que tanto aposta. A directora do ONSeries dá detalhes ao PÚBLICO e exemplifica: “Sul é o tipo de série que Portugal tem de fazer porque continua a ser portuguesa mas é absolutamente universal”. Espanha, França, Brasil e EUA são os países em foco, e as co-produções um desejo.

Foto
Géraldine Gonard fundou a Conecta Fiction em Espanha há três anos. Agora dirige o ONSeries para promoção das séries nacionais dr

Géraldine Gonard é francesa mas trabalha em Espanha (e com Portugal) há mais de 20 anos. É a directora do novo ONSeries, o primeiro evento profissional dedicado às séries portuguesas, que vivem um boom a par de um país que, diz ao PÚBLICO, hoje é mesmo “trendy. Ao longo de anos no grupo Mediapro na venda de conteúdos, e especialmente de séries como Os Serrano ou Jornalistas, que foram adaptadas em Portugal, bem como cinema e animação, trabalhou com os canais generalistas portugueses e agora tem a sua empresa de eventos e consultoria no audiovisual. Fundou a Conecta Fiction em Espanha há três anos, e a 28 e 29 de Abril nascerá no Centro Cultural de Belém o ONSeries “um evento de todos para todos. Espero que a indústria portuguesa aproveite.”