Theatro Circo lança festival “no feminino” com Ana Tijoux e Silvana Estrada

São três dias (16 a 18 de Abril) com cinco concertos e outros tantos nomes das músicas do mundo, em Braga.

Ana Tijoux no Festival Med em Loulé, em 2016
Foto
Ana Tijoux no Festival Med em Loulé, em 2016 MIRA/CML

O Theatro Circo, em Braga, vai organizar um novo festival, de nome MUSA – Festival no Feminino, a acontecer entre 16 e 18 de Abril com as presenças de Ana Tijoux, Silvana Estrada, Maria José Llergo e Sílvia Pérez Cruz.

Segundo comunicado da sala de Braga, Silvia Pérez Cruz vai estrear em Portugal, no dia 17 de Abril, Proyecto Drama, um trabalho que apresenta canções compostas “em colaboração com outros artistas e disciplinas artísticas”, desde o teatro à pintura, passando pela fotografia e pela poesia.

No primeiro dia do evento, actuam a mexicana Silvana Estrada e a espanhola Maria José Llergo, esta última uma cantora de 26 anos que trabalhou com “o mentor de Rosalía”, José Miguel “Chiqui” Vizcaya, e que se refere ao flamenco como um género musical “mais sincero acerca da história de Espanha do que a maioria dos manuais escolares”, como disse à revista Rolling Stone já este ano.

A mexicana Silvana Estrada já foi apelidada de “Chavela Millenial”, numa comparação com a cantora Chavela Vargas (1919-2012), um dos maiores nomes da música latino-americana do século XX, que Estrada “aceita com muito carinho”.

No dia 18 de Abril, o Theatro Circo recebe a também mexicana La Bruja de Texcoco, que apresenta o seu disco de estreia, De Brujas Peteneras y Chachalacas. Na mesma noite, apresenta-se em Braga Ana Tijoux, a cantora franco-chilena "de maior relevância internacional da sua geração”, como salienta o comunicado da organização, lembrando que a artista tem novo disco em espera para este ano. Trata-se, no caso de Ana Tijoux, de um regresso a Portugal, depois de actuações memoráveis nos festivais de Sines (2015) e de Loulé (2016)

Os bilhetes diários para o MUSA têm um custo de 15 euros, custando o dobro para os três dias.

Sugerir correcção