Coronavírus: desfile de Alexandra Moura em Milão será à porta fechada

Única designer portuguesa no calendário oficial da Semana de Moda de Milão vai transmitir o desfile na segunda-feira na internet. Armani e Laura Biagiotti tomaram a mesma decisão.

Foto
Alexandra Moura pedro cunha

A designer de moda Alexandra Moura, a única criadora portuguesa cuja marca integra o calendário oficial da conceituada Semana de Moda de Milão, vai realizar o desfile de apresentação da nova colecção em Milão à porta fechada devido às medidas de segurança impostas no norte de Itália devido ao novo coronavírus (Covid-19). O desfile da colecção Nú Mistura, para o Inverno 2020/21, será transmitido na internet na segunda-feira de manhã.

A marca portuguesa de autor comunicou a decisão na tarde deste domingo. “Dado os recentes desenvolvimentos em Itália relativamente ao coronavírus, o desfile Alexandra Moura na Semana de Moda Oficial de Milão decorrerá à porta fechada, sem a presença habitual de compradores, imprensa e convidados”, lê-se na nota de imprensa. O mesmo comunicado recorda que outro criador, o veterano Giorgio Armani, decidiu também respeitar o espírito das precauções impostas pelas autoridades italianas com um desfile, este domingo, numa sala vazia e transmitido online. O mesmo fez Laura Biagiotti.

Segunda-feira, pelas 9h30 (hora portuguesa), o desfile de Alexandra Moura decorrerá no Palazzo dell'Arengario, na zona da praça central milanesa, a Piazza Duomo — onde este domingo decorrem ainda vários desfiles. Segunda-feira é o último dia da Semana de Moda de Milão. A Elle Itália escreve este domingo como o efeito do Covid-19 se fez sentir num dos quatro maiores eventos de pronto-a-vestir mundiais, com “poucos compradores” e com a ausência de marcas e profissionais asiáticos, em particular da China — toda uma delegação de designers chineses que se apresentam em Paris cancelaram já a sua presença na mais importante semana de moda mundial, a que decorre dentro de semanas na capital francesa. Mas, ainda assim, a maior parte dos desfiles no calendário milanês decorre com alguma normalidade.

PÚBLICO -
Foto
Reuters

A decisão de Alexandra Moura surge no mesmo dia em que foram conhecidas as medidas de contenção que o Governo italiano decretou para tentar limitar a expansão do coronavírus e que levaram mesmo ao cancelamento de importantes jogos de futebol da liga italiana, bem como dos dois últimos dias do Carnaval de Veneza. São afectados vários eventos que agregam grandes quantidades de pessoas e a Semana de Moda de Milão, evento semestral cuja edição de Fevereiro de 2020 está em curso, é apenas mais um desses acontecimentos.

Para a marca de Alexandra Moura, cujas duas primeiras participações em Milão tiveram o apoio do Portugal Fashion, a presença em Milão nesta estação foi uma aposta de fundo. Ainda que conte com o apoio da Câmara Nacional da Moda Italiana, o Portugal Fashion não financiou qualquer presença internacional de designers no estrangeiro por falta de resposta às candidaturas a apoios comunitários, como escreveu em Janeiro a Agência Lusa.

“Os fundos não chegaram e o Portugal Fashion, não tendo fundos, não pôde apoiar. Contudo, a nossa marca continua integrada no calendário de moda oficial e vai voltar a apresentar a colecção, mas com os nossos próprios meios”, referiu a designer de moda à Lusa na semana passada.

A designer justificou o investimento da marca portuguesa pela “crescente curiosidade” de imprensa e compradores, “sinais de que a internacionalização já está a dar frutos” e “não podia parar”. Depois do desfile de segunda-feira, a marca da designer estará num showroom na Semana de Moda de Paris e desfilará no Portugal Fashion em Março, no Porto. O desfile de Nú Mistura poderá ser visto na conta de Instagram da marca e no site oficial da Semana de Moda de Milão.


Descarregue a app do PÚBLICO, subscreva as nossas notificações e esteja a par da evolução do novo coronavírus.

Sugerir correcção