Reportagem

A “derradeira casa de pasto galega” da Baixa de Lisboa fechou aos 107 anos

Este sábado, escreveu-se o último capítulo da Casa Cid. Fundada por um galego em 1913, nas traseiras de um outrora movimentado mercado, esta taberna centenária do Cais do Sodré foi empurrada dali porque o prédio onde sempre esteve será um hotel.

Fotogaleria
Fotogaleria
Fotogaleria
Fotogaleria
Fotogaleria
Fotogaleria
Fotogaleria
Fotogaleria
Fotogaleria
Fotogaleria

Borja Cid não tem mãos a medir. De avental ao peito, ora põe os petiscos na mesa, ora troca dois dedos de conversa com quem passa na rua para lhe dizer que o fecho da Casa Cid é “injusto” e lhe deseja “as maiores felicidades”. Ele, já de lágrimas nos olhos, encolhe os ombros, comove-se com as palavras e agradece.