Ao longo das já 27 edições já foram submetidos mais de 1800 projectos
Foto
Ao longo das já 27 edições já foram submetidos mais de 1800 projectos

Abertas as candidaturas ao Concurso Nacional para Jovens Cientistas de 2020

A Fundação da Juventude volta a lançar o concurso que promove “a realização de projectos científicos inovadores nas escolas”. Está aberto a estudantes dos 15 aos 20 anos e os cinco prémios principais vão dos 450 aos 1250 euros.

Estão abertas as candidaturas para a 28.ª edição do Concurso Nacional para Jovens Cientistas, da Fundação da Juventude, aberto a estudantes do ensino básico, secundário ou primeiro ano de licenciatura, dos 15 aos 20 anos. O projecto vencedor será premiado com 1250 euros.

Até 17 de Abril, podem ser submetidos projectos nas áreas de Biologia, Ciências da Terra, Ciências do Ambiente, Ciências Médicas, Ciências Sociais, Economia, Engenharias, Física, Informática e Ciências da Computação, Matemática, Química, e Bioeconomia.

Os projectos podem ser individuais ou de grupo (até três elementos), num máximo de seis entradas por escola. A candidatura faz-se online através do preenchimento do formulário disponível no site oficial. Deve ser também enviado um relatório escrito até dez páginas, na forma de um artigo científico, sobre a ideia.

A Ciência Viva, que colabora com a Fundação da Juventude no concurso, é a responsável pela escolha do júri, que será composto por “professores e investigadores de reconhecido mérito nas diferentes áreas científicas”. Estes vão eleger os 100 melhores projectos, que vão participar na 14.ª Mostra Nacional de Ciência, a realizar-se de 28 a 30 de Maio, no Centro de Congresso da Alfândega do Porto.

Para além do primeiro prémio, serão atribuídos mais quatro distinções, em valores a começar nos 450 euros, para além de prémios especiais, assentes em parcerias do concurso. Também podem ser concedidas menções honrosas (sem prémio) a projectos “que manifestamente apresentem índices de inovação e oportunidade relevantes”, segundo a Fundação da Juventude.

Os premiados vão ainda ter a oportunidade de participar em certames internacionais em diversas áreas, conforme avança a Fundação da Juventude, tais como a International Science and Engineering Fair, nos EUA, e a Zientzia Azoka, em Bilbau, Espanha, ambas em Maio de 2021, assim como no China Adolescents Science and Technology Innovation Contest, no próximo mês de Julho.

Para a 28.ª edição, o Concurso Nacional para Jovens Cientistas frisa objectivos como promover “a realização de projectos científicos inovadores nas escolas” e “ideais de cooperação e intercâmbio nacional e internacional” entre os jovens talentos a emergir. A organização sublinha ainda que a Ciência e a Tecnologia é “uma das áreas mais importantes na empregabilidade”. Até hoje, já foram submetidos 1800 projectos e 250 jovens tiveram a oportunidade de marcar presença em eventos internacionais.

Sugerir correcção