Fundação Champalimaud lança uma “pedrinha” no novo edifício da saúde no Algarve

Município de Loulé investe 17 milhões no sector da saúde. A construção do novo Hospital Central continua na lista de espera do Governo.

Foto
Leonor Beleza esteve neta quinta-feira em Loulé LUSA/MIGUEL A.LOPES

A Universidade do Algarve (Ualg) e a Fundação Champalimaud vão desenvolver na região um projecto conjunto de investigação na área das ciências biomédicas e cuidados clínicos. “Sentimo-nos bem por trazer uma pedrinha para um projecto ambicioso”, disse a presidente da Fundação, Leonor Beleza, nesta quinta-feira em Loulé, durante a cerimónia da assinatura do protocolo de cooperação entre as duas instituições, através do Algarve Biomedical Center (ABC) – um consórcio de que faz parte o Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA), a Ualg e a câmara de Loulé.

O município louletano assumiu-se como “parceiro estratégico” do ABC e disponibilizou uma verba de cerca de 17 milhões de euros para construir o edifício que destinado a acolher uma comunidade de cientistas, eventualmente atraídos pelo bom clima algarvio.

Em paralelo, o presidente da Assembleia Intermunicipal do Algarve, Adriano Pimpão, antigo reitor da Ualg, lidera um movimento destinado a pressionar o Governo para que seja construído um novo Hospital Central. A falta de médicos especialistas é uma das principais lacunas da região, e está sempre presente nos debates, quando se fala de turismo e de visão estratégica para o futuro. No Hospital de Faro, a principal unidade de saúde da região, somam-se as críticas às falhas dos equipamentos obsoletos e à falta de médicos, enfermeiros e outros profissionais.

O presidente do ABC, Nuno Marques, prometeu “colocar o Algarve na liderança da investigação dos cuidados de saúde” apesar da falta de infra-estruturas e financiamentos disponíveis no sector público. Por conseguinte, a presença da Fundação Champalimaud foi interpretada como uma forma de contornar alguns bloqueios do Serviço Nacional de Saúde (SNS), potenciando as parcerias público/privadas.

Em Loulé, está também projectada a construção de um Centro de Saúde Universitário, vocacionado para dar formação aos alunos do Mestrado Integrado do Curso de Medicina da Ualg.