Entrevista

“Quanto mais histórias as pessoas partilharem, mais fortes os pais em luto se poderão sentir”

A filha de 2 anos de Jayson Greene morreu e o jornalista norte-americano escreveu E as estrelas voltaram a brilhar, que o ajudou a sobreviver à morte da menina.

Jayson Greene com a filha Greta
Foto
Jayson Greene com a filha Greta Joni Greene

Jayson Greene escreveu E as estrelas voltaram a brilhar depois de ele, a mulher, Stacy, e a família passarem pela morte de Greta, a sua filha ainda bebé. A menina de 2 anos estava na rua, com a avó, quando foi atingida por um tijolo que caiu do parapeito de um prédio, em Nova Iorque. O jornalista e crítico musical escreve sobre o acidente, a dormência e a luta pela vida do casal que perdeu a sua filha única.