A então ministra Dercy Rodrigues com Augusto Santos Silva, numa reunião em Lisboa Enric Vices-Rubio

Portugal vítima de braço-de-ferro da Venezuela com a União Europeia

Caracas pressiona Lisboa e forçou Pedro Sánchez a deixar de considerar Juan Guaidó como Presidente encarregado de convocar eleições para passar a tratá-lo como opositor

Portugal é vítima de um novo de braço-de-ferro da Venezuela com a União Europeia (UE) para tentar suavizar as medidas ou mudar a política dos 27 face a Caracas, depois dos encontros de Juan Guaidó na Comissão Europeia e no Parlamento Europeu. A suspensão unilateral, por 90 dias, dos dois voos semanais da TAP para a capital daquele país é mais uma peça no puzzle das acusações dos responsáveis venezuelanos a Lisboa.