Governo sobe para dez euros aumentos nos salários até 700 euros na função pública

A proposta de aumentos subiu de sete para dez euros nos níveis 4 e 5 da função pública.

Bloco Esquerdo
Foto
LUSA/TIAGO PETINGA

Subiu de sete para dez euros a proposta de aumentos dos salários até 700 euros na função pública esta quarta-feira apresentada à Frente Comum, pelo Ministério da Modernização do Estado e da Administração Pública, soube o PÚBLICO. 

Este aumento extraordinário será pago a partir de Março, com retroactivos a Janeiro, e aplica-se aos dois primeiros níveis da tabela remuneratória da função pública, o quarto e o quinto. O aumento é de cerca de 1,5 % e o impacto orçamental da medida é de cem milhões de euros.

O salário mais baixo da função pública, do nível, é actualmente de 635,07 euros e passará, com este aumento, para 645,07 euros. O aumento atinge, neste caso, a primeira e a segunda posição dos assistentes operacionais.

No nível 5, o dos assistentes técnicos, são abrangidos os funcionários da primeira posição. Dos 683,13 euros actuais passam para 693,13 euros.

O Governo comprometeu-se a que durante a presente legislatura haverá aumentos anuais em linha com a inflação. Mas em 2021 estes aumentos poderão ser superiores à inflação uma vez que o Governo se comprometeu a que o aumento será de 1%.

O secretário de Estado da Administração Pública, José Couto, e as três estruturas sindicais da função pública estão reunidos esta quarta-feira para uma nova ronda negocial sobre aumentos salariais, na sequência das contrapropostas apresentadas segunda-feira pelos sindicatos.