“O que é verdadeiramente escandinavo? Nada”: a polémica campanha da Scandinavian Airlines

“O que é verdadeiramente escandinavo? Absolutamente nada. É tudo copiado.” Estas são as primeiras palavras da mais recente campanha da Scandinavian Airlines (SAS). O objectivo? “De certa forma, a Escandinávia foi trazida para cá, pedaço a pedaço, por pessoas comuns que encontraram o melhor da nossa casa, longe de casa.”

Para concretizar esta linha de pensamento, a companhia área refere a democracia, a licença parental, a bicicleta, o clipe e, até, as famosas almôndegas suecas, entre outros, como exemplos de invenções não-tão-escandinavas-assim. O vídeo promocional relembra que ver o mundo e novas culturas inspira a pensar "em grande", mesmo quando somos pequenos, “porque, de cada vez que vamos para lá das nossas fronteiras, juntamos o melhor de todo o lado, cá”.

Independentemente da mensagem, a campanha não caiu bem na região. Dinamarqueses, suecos e noruegueses fizeram ouvir o descontentamento e indignação que sentem perante esta mensagem, considerada “desrespeitosa” pelos partidos de extrema-direita. Menos de 24 horas depois da publicação, a companhia aérea retirou o vídeo da Internet e emitiu um comunicado onde afirma, ainda assim, “manter a mensagem central do anúncio”. "O padrão das secções de comentários e o volume de reacções nos canais das redes sociais sugere que a campanha foi alvo de um ataque", justificou. "Não podemos ser uma plataforma para valores que não partilhamos." 

A Scandinavian Airlines não foi a única afectada; a agência de publicidade &Co, responsável pela criação multimédia da campanha, recebeu uma ameaça de bomba por email. Segundo a rede de televisão norueguesa TV2, a rua onde se localiza o escritório da empresa teve que ser encerrada durante algumas horas, mas a polícia acabou por não encontrar qualquer tipo de explosivo.

A decisão final da companhia aérea foi a de continuar a campanha, com a partilha desta versão “mais curta e clara”, lamentando que o filme tenha sido “mal interpretado”. “Estamos orgulhosos de nossa herança escandinava, faz parte do ADN da SAS e é a base para a nossa existência”, é afirmado em comunicado.

Sugerir correcção