Há um Quarto Escuro em Cedofeita que é um ponto de encontro de músicos

Os membros de Baleia Baleia Baleia, O Manipulador, Conferência Inferno e Daniel Catarino reencontraram-se todos no Porto depois de se cruzarem na estrada para criarem uma nova centralidade no underground da cidade que escolheram para viver.

Foto
Manuel Molarinho (baixista/vocalista), nascido em Lisboa, e Ricardo Cabral (bateria), de Lamego, são os responsáveis pelo “punk trintão” dos Baleia Baleia Baleia, sendo que o primeiro é também O Manipulador Paulo Pimenta

Todos os caminhos vão dar à Travessa de Cedofeita. Diríamos o mesmo de outro ponto qualquer do globo se nesse sítio existisse também uma centralidade definida por algo que justificasse a sua relevância. Mas para um grupo de músicos do cenário undergound nacional, quase todos com muita rodagem na estrada, esta primeira afirmação é uma verdade absoluta.

Sugerir correcção
Comentar