Reforços do orçamento não travam reestruturações

Politécnicos de Castelo Branco, Santarém e Tomar vão receber mais 2 milhões de euros do OE 2020 do que o inicialmente previsto.

Foto
Rui Gaudêncio

Os Politécnicos de Castelo Branco, Santarém e Tomar vão receber mais 2 milhões de euros em 2020 do que o inicialmente previsto. Uma proposta de alteração ao Orçamento do Estado (OE), que foi aprovada, prevê que estas instituições tenham um reforço extraordinário igual ao que receberam em 2019, quando tiveram dificuldades para pagar os últimos vencimentos do ano. O Governo espera que esta mudança não ponha em causa a reestruturação que foi exigida aos três institutos.