Albino, a emboscada em Angola e o stress de guerra em Gondomar

Quem sofre o trauma da guerra vive a desconformidade do afastamento da história colectiva da sua história pessoal. O país deixou-os presos do passado.

Foto
Joaquim Coelho investiu na defesa de melhores condições para os ex-combatentes boa parte da sua energia Nuno Ferreira Santos

Regularmente, Joaquim Coelho e outros antigos combatentes do Norte vão a Gondomar. Visitam o sargento Albino, um “pára” que esteve em Angola e que de um tiroteio trouxe a dor de, acidentalmente, ter matado um companheiro.