Novo coronavírus chegou a África. Egipto confirmou o primeiro caso

Há mais de 100 pessoas sob quarentena em Angola.

Cairo
Foto
Cairo, Egipto LUSA/KHALED ELFIQI

O Ministério da Saúde egípcio confirmou nesta sexta-feira o primeiro caso de infecção pelo novo coronavírus no país. É a primeira ocorrência da doença a ser registada no continente africano.

As autoridades do Cairo, citadas pela Reuters, afirmam que se trata de um paciente estrangeiro, que se encontra em isolamento num hospital. A Organização Mundial da Saúde já foi notificada acerca do caso.

Ainda em África, foi noticiado que mais de 100 pessoas chegadas da China – entre angolanos, chineses, brasileiros e costa-marfinenses – se encontram sob quarentena em Angola. Foram colocados em dois centros clínicos da zona de Luanda e, até ao momento, apresentam-se sem sintomas.

O surto do novo coronavírus (Covid-19) que deflagrou em Wuhan causou já 1380 mortos, tendo a China reportado 121 mortes nas últimas 24 horas. Segundo a Comissão Nacional de Saúde, o número de infectados cresceu 5090, para um total de 63.581 pessoas.