Coronavírus atrasou pagamento de salários no Desp. Aves

Administração promete regularizar pagamentos até sexta-feira. Wei Zhao, investidor e dono da SAD avense, não conseguiu realizar transferências bancárias internacionais.

Regras internacionais de futebol
Foto
Plantel avense ocupa a última posição classificativa LUSA/FERNANDO VELUDO

A SAD do Desportivo das Aves vai regularizar os salários do plantel do lanterna-vermelha da I Liga de futebol até sexta-feira, após os atrasos causados pelo surto de coronavírus, confirmou esta quinta-feira à Lusa fonte dos nortenhos.

De acordo com o jornal O Jogo, que cita fonte da administração avense, o investidor e dono da sociedade anónima, o chinês Wei Zhao, não conseguiu efectuar transferências bancárias internacionais a partir do país mais populoso do mundo desde o início do ano.

O avanço da epidemia detectada em Wuhan reduziu ao mínimo os serviços naquela nação do continente asiático, tendo muitos estabelecimentos aproveitado o feriado do Ano Novo chinês, celebrado em 25 de Janeiro, para prolongar as férias dos seus funcionários.

Os jogadores pediram esclarecimentos aos responsáveis do Desportivo das Aves e as verbas requeridas foram desbloqueadas esta quinta-feira, no sentido de regularizar todos os atrasos na liquidação mensal e restabelecer a normalidade no clube de Santo Tirso.

Os avenses ocupam a 18.ª e última posição do campeonato, com 12 pontos, a quatro da “linha de água”, e preparam a visita ao terreno do Famalicão, agendada para domingo, às 20h, na partida de encerramento da 21.ª jornada.

A epidemia provocada pelo coronavírus (Covid-19) detectado em Wuhan causou já pelo menos 1115 mortos, dos quais 1113 na China continental, onde se contabilizam mais de 44 mil infectados.

Sugerir correcção