Capitão Fausto e Slow J lideram nomeações aos Prémios Play da Música Portuguesa

Os Capitão Fausto e Slow J lideram as nomeações aos Play - Prémios da Música Portuguesa. Os vencedores da 2.ª edição serão conhecidos a 25 de Março no Coliseu dos Recreios, em Lisboa.

Fotogaleria
Os Capitão Fausto estão nomeados nas categorias de Melhor Grupo, Melhor Álbum e Canção do Ano PAULO PIMENTA
Fotogaleria
Slow J concorre nas categorias de Melhor Artista Masculino, Melhor Álbum e Canção do Ano Rui Gaudencio

Os nomeados à 2.ª edição dos Play foram anunciados esta quinta-feira em conferência de imprensa no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, espaço que voltará a acolher a cerimónia de entrega dos galardões, que será exibida em directo na RTP.

Os Capitão Fausto e Slow J reúnem três nomeações cada. A banda liderada por Tomás Wallenstein está nomeada nas categorias Melhor Grupo, Melhor Álbum (A Invenção do Dia Claro), e Canção do Ano (Amor, a nossa vida). Já Slow J concorre nas categorias de Melhor Artista Masculino, Melhor Álbum (You Are Forgiven), e Canção do Ano, com (Também Sonham). Para Melhor Grupo, além dos Capitão Fausto, estão também nomeados Expensive Soul, Mão Morta e The Gift. Na categoria de Melhor Artista Masculino competem ainda, além de Slow J, Diogo Piçarra, Fernando Daniel e Salvador Sobral.

Melhor Artista Masculino é uma das quatro novas categorias criadas este ano. A esta juntam-se Melhor Artista Feminino, Melhor Álbum Jazz e Melhor Álbum Clássica/Erudita. Além disso, foram suprimidas duas categorias: Melhor Artista Internacional e Melhor Canção Internacional. Para Melhor Álbum, além dos trabalhos de Slow J e dos Capitão Fausto, estão também nomeados Aqui está-se sossegado, de Camané e Mário Laginha, que compete ainda na categoria Melhor Álbum Fado, e #FFFFFF, de ProfJam.

Na categoria de Canção do Ano competem, além dos temas dos Capitão Fausto e de Slow J, Bairro, dos Wet Bed Gang, e Bússola, de Nenny, que está também nomeada no prémio Artista Revelação, juntamente com Bárbara Tinoco, Murta e Tiago Nacarato. Para Melhor Artista Feminino estão nomeadas Aldina Duarte, Ana Bacalhau, Blaya e Lena D'Água. Aldina Duarte compete ainda na categoria Melhor Álbum Fado, com Roubados. Nesta categoria, além de Aldina Duarte e Camané com Mário Laginha, estão nomeados Ricardo Ribeiro, com Respeitosa Mente, e Pedro Moutinho, com Um Fado ao Contrário. Ao Prémio Lusofonia concorrem apenas artistas brasileiros: Giulia Be (com Menina Solta), Tainá (Sonhos), Silva & Ludmilla (Um Pôr do Sol na Praia) e Anitta & Kevinho (Terremoto). Ficaram por anunciar os nomeados nas categorias de Melhor Álbum Música Clássica/Erudita e Melhor Álbum Jazz.

Os vencedores da maior parte das categorias serão escolhidos por júris compostos por figuras do meio da música portuguesa. O Play de Melhor Canção é atribuído pelo público e os prémios de carreira e da crítica não terão nomeados, sendo escolhidos por elementos da Audiogest, cooperativa GDA - Gestão de Direitos dos Artistas e Associação PassMúsica, e por críticos de música, respectivamente.

A cerimónia de entrega dos Play está marcada para as 21h de 25 de Março e será transmitida em directo na RTP1, RTP Internacional, RTP África e RTP Play (online). À semelhança do ano passado, a cerimónia será apresentada por Filomena Cautela e Inês Lopes Gonçalves e contará com várias actuações musicais.

Os Play são uma iniciativa da associação PassMúsica, que representa artistas, bandas e editoras discográficas, em parceria com a RTP e a Vodafone, e pretende premiar “a melhor música consumida em Portugal”, como afirmou Paulo Carvalho, um dos responsáveis dos prémios, numa apresentação aos jornalistas em Março do ano passado.

Na 1.ª edição, cujos vencedores foram conhecidos em Abril do ano passado, Dino D'Santiago foi o mais premiado. O cantor subiu três vezes ao palco do Coliseu de Lisboa para receber os prémios de Melhor Artista Solo, Melhor Álbum (Mundo Nôbu) e Prémio da Crítica.

Sugerir correcção