Contra a eutanásia, campanha nos altares e recolha de assinaturas: “A Igreja não podia ficar passiva perante o que está a acontecer”

Estratégia da Igreja Católica aposta tudo numa vitória do “não” num possível referendo.

Campanha pelo "não" à eutanásia vai reforçar-se nas igrejas
Foto
Campanha pelo não à eutanásia vai reforçar-se nas igrejas Nelson Garrido (arquivo)

A campanha contra a despenalização da eutanásia vai chegar com toda a força aos altares da Igreja Católica. Na terça-feira, a menos de dez dias de o Parlamento votar os projectos de lei que despenalizam a antecipação da morte a pedido de um doente, a Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) posicionou-se a favor de um referendo sobre a matéria. É uma clara tentativa de suspender o processo legislativo em curso, que, ao apostar tudo numa vitória do “não”, deixa à Igreja pouca margem de actuação caso o “sim” vença, como aconteceu, em 2007, com o segundo referendo ao aborto.