INTERNET

Juntos por uma Internet melhor

A Internet ligou o mundo e permitiu que vivêssemos conectados grande parte do nosso tempo. Indiscutivelmente associada a um dos maiores avanços da humanidade trouxe novos desafios e levantou imensas questões cujas respostas nem sempre acompanham a sua velocidade.

Ilustração
Foto
DADO RUVIC/REUTERS

No Dia da Internet Mais Segura, iniciativa europeia que se assinala, dia 11 de fevereiro, e se estende a todo o mês, pretende-se refletir e promover a utilização ética, crítica, segura e responsável, especialmente entre os mais jovens, através de uma série de iniciativas à volta deste meio que, definitivamente, mudou a forma como o mundo se relaciona.

O evento, comemorado anualmente, é da responsabilidade da Rede Conjunta Insafe – IN HOPE com o apoio da Comissão Europeia e envolve mais de 140 países. Este ano o mote de mobilização é “Juntos por uma internet melhor” e no nosso país são várias as entidades que aderiram à iniciativa.

Nessa data, em Lisboa, no Auditório do Fórum Picoas, decorre o seminário Faz delete ao Cyberbullying, organizado pelo Consórcio Centro Internet Segura. Do programa fazem parte “especialistas nacionais e europeus, bem como um painel de jovens para nos darem a sua perspetiva e os seus testemunhos sobre como devemos prevenir e atuar face a este fenómeno transversal a toda a sociedade”.

O Centro de sensibilização SeguraNet, da responsabilidade da Direção-Geral de Educação/Equipa de Recursos e Tecnologias Educativas, promove, desde 2004, “a navegação segura, crítica e esclarecida da Internet e dos dispositivos móveis nas comunidades educativas” disponibilizando recursos, formação de professores, concursos e campanhas de sensibilização, entre as quais o Dia da Internet Segura. Neste âmbito, as escolas foram incentivadas a dinamizarem ações e a registá-las no site permitindo, desta forma, a sua georreferenciação e uma maior visibilidade das iniciativas. Concursos, palestras, exposições de trabalhos, exibição de filmes, debates juntos da comunidade, construção de cartazes, jogos e outros materiais são algumas das inúmeras das atividades que as escolas divulgaram demonstrando que este é um tema que preocupa e interessa a Escola.

A recente iniciativa da responsabilidade do Capítulo Português da Internet Society e do Projeto MiudosSegurosNa.Net, “ePrivacidade Trocada Por Miúdos" apresentada no passado dia 28 de janeiro, Dia da Proteção de Dados, assinala este dia com o lançamento de um concurso destinado a crianças e jovens de todos os níveis de ensino. O projeto promove a produção de materiais multimédia de sensibilização sobre privacidade, tais como imagens para difusão em redes sociais, memes, cartazes, folhetos, PSAs de áudio e vídeo sobre confiança e privacidade online, proteção de dados pessoais, segurança de dispositivos ligados à rede, entre outros tópicos relacionados com a privacidade. “Promover a reflexão sobre a privacidade online, a necessidade de  a proteger e formas de o fazer; ouvir crianças, pré-adolescentes, adolescentes e jovens adultos  sobre o tema da privacidade online; divulgar e partilhar com a comunidade educativa e com a sociedade civil os trabalhos desenvolvidos, são os objetivos do concurso, cujo regulamento se encontra aqui. Tutoriais da Internet Society, em versão traduzida para português, é outro contributo que o  “ePrivacidade Trocado Por Miúdos” disponibiliza em https://eprivacidade.pt/recursosapoio/.

    

Sugerir correcção