Votar para os Óscares é complicado e mudar a Academia por dentro também

Este é o ano-limite para a Academia, que nomeia e vota para os Óscares num complexo processo, mudar por dentro. E é o ano em que não há realizadoras nomeadas e em que só Cynthia Erivo não é branca entre os actores candidatos.

,homem Morcego
Foto
Joaquin Phoenix em Joker Warner Brothers

Há alguma previsibilidade em torno da cerimónia dos 92.ºs Óscares. Sim, 1917 é o grande favorito, mas como é que chega a um possível Óscar de Melhor Filme? A estrada que todos percorrem para chegar ao Dolby Theatre de Los Angeles, e a que historicamente deixa pelo caminho a diversidade nas diversas categorias, é moldada por regras díspares para vários sectores e pela composição esmagadoramente masculina e branca da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. 2020 é o prazo final para a mudança.