PCP foi o partido com mais propostas de alteração ao OE 2020 aprovadas

Das 173 propostas de alteração aprovadas da esquerda à direita, aproximadamente 100 tiveram o apoio da bancada socialista. Maioria das propostas tinham sido já negociadas com o Governo.

O OE 2020 foi aprovado esta quinta-feira apenas com os votos a favor do PS
Fotogaleria
O OE 2020 foi aprovado esta quinta-feira apenas com os votos a favor do PS LUSA/MIGUEL A. LOPES
Fotogaleria
O CDS conseguiu aprovar seis medidas LUSA/MIGUEL A. LOPES
,António Costa
Fotogaleria
Mário Centeno diz que as alterações não põem excedente orçamental em risco LUSA/MIGUEL A. LOPES
,Partido Social Democrata
Fotogaleria
PSD votou contra o OE2020 LUSA/MIGUEL A. LOPES
,Arquidiocese de Braga
Fotogaleria
As bancadas da direita só inscreveram aproximadamente 30 medidas LUSA/MIGUEL A. LOPES

Reuniões discretas, debates, telefonemas e pausas para negociações até ao último minuto. Para que fosse viabilizado o “melhor Orçamento do Estado dos últimos quatro anos”, como o primeiro-ministro, António Costa, por diversas vezes o adjectivou, foram inscritas mais de 173 alterações pelos partidos da oposição. Com mais ou menos sucesso, da esquerda à direita, todos conseguiram incluir no Orçamento do Estado algumas das medidas que entregaram na Assembleia da República. Excluindo as propostas feitas pela bancada socialista, o partido que mais ideias suas conseguiu ver transcritas para o Orçamento do Estado deste ano foi o PCP, antigo parceiro do PS na solução governativa que conduziu o país durante a última legislatura. No lado oposto, o partido com menos medidas aprovadas foi o Chega.