Análise

A maldita Constituição da Guiné-Bissau

Sissoco Embaló ganhou notoriedade política com José Mário Vaz e parece ser adepto da mesma interpretação constitucional enviesada dos poderes do Presidente.

A Guiné-Bissau sofre de atracção pelo abismo. E ninguém parece viçar melhor à beira do precipício como o seu Presidente em fim de mandato. José Mário Vaz deixa um legado de caos político e fragilidade institucional que Umaro Sissoco Embaló, o seu quase certo sucessor, parece disposto a abraçar.