Ex-dirigente do Benfica: Ministério Público pede condenação e prisão por burla de 5,8 milhões

Luís Moreira andou em fuga à Justiça durante quase nove anos. Está acusado de falsificação de documento e burla qualificada.

Quadra
Foto
Sentença de Luis Moreira será conhecida a 28 de Fevereiro. Nuno Ferreira Santos

O Ministério Público (MP) pediu esta quinta-feira em tribunal, durante as alegações finais, que Luís Moreira, ex-dirigente do Benfica, seja condenado pelos dez crimes de falsificação de documento e onze de burla qualificada de que está acusado.