Sonae vende Têxtil do Marco de Canaveses

Empresa de Marco de Canaveses que fabricava para a Zippy e Mo foi comprada por Andreas Falley, empresário do sector e sócio da Ribera.

Sonae, liderada por Cláudia Azevedo, aposta cada vez mais na gestão de portfólios.
Foto
Sonae, liderada por Cláudia Azevedo, aposta cada vez mais na gestão de portfólios. Nelson Garrido

A Sonae Fashion, ramo do grupo Sonae para os negócios de moda, vendeu a Têxtil do Marco, uma empresa que começou por confeccionar apenas roupa de bebé, mas que nos últimos anos já tinha alargado a produção para roupa de criança e adulto. Contactada pelo PÚBLICO, fonte oficial da Sonae Fashion confirmou a venda, adiantando que a decisão se enquadra “no âmbito da sua estratégia de desenvolvimento e gestão de portefólio”.

O portefólio da sub-holding da Sonae (proprietário do PÚBLICO) inclui, no segmento de moda, as marcas Salsa, Zippy e Mo. Parte da produção destas duas últimas marcas era assegurada pela Têxtil do Marco de Canavezes (Temasa).

Apesar da venda, por valor que não foi revelado, a Sonae Fashion mantém uma parceria com a Temasa, o que permitirá que os produtos produzidos nesta unidade industrial continuem a ser oferecidos nas suas lojas.

A têxtil, com mais de 30 anos e cerca de 80 trabalhadores, foi comprada por Andreas Falley, empresário do sector e sócio da Ribera, empresa especializada no fabrico de rendas e bordados.

A venda da Temasa, por valor que não foi revelado, acontece numa altura em que a empresa estava a apostar na internacionalização, um impulso que poderá ser dado pelo novo dono, com forte experiência na componente industrial.

Já a Sonae Fashion tem apostado cada vez mais no retalho especializado de moda, possuindo uma rede de lojas próprias alargada, no mercado português e a nível internacional. Para além das três marcas já referidas, este negócio do grupo possui ainda as marcas Deeply (equipamento e vestuário desportivo), e adquiriu a Losan, especializada no negócio grossista de vestuário de criança, com uma forte presença internacional.

Nos primeiros nove meses de 2019, a Sonae Fashion, presidida por Luís Filipe Reis, registou um volume de negócios de 282 milhões (272 milhões, no período homólogo), com todas as marcas a crescer no e-commerce, em especial a Mo e a Zippy, com aumentos de 45% e 62%, respectivamente.

O volume de negócios consolidado do grupo Sonae aumentou 10% nos primeiros nove meses do ano, para 4635 milhões de euros.