Nike “estica” as sapatilhas até ao máximo permitido

Com os AlphaFly Next% a chegarem muito perto dos 40 milímetros de sola, a nova criação da marca norte-americana estará dentro das especificações da IAAF, entrando no espectro legal das sapatilhas de competição.

Vários atletas têm usado as "sapatilhas mágicas"
Foto
Vários atletas têm usado as "sapatilhas mágicas" Reuters/Christopher Pike

Continua a polémica em torno das sapatilhas da Nike. Horas depois de a Federação Internacional de Atletismo (IAAF) ter lançado regras acerca das características do calçado de competição, a marca desportiva anunciou estar preparada para levar as suas criações até ao máximo legal.

A IAAF estabeleceu 40 milímetros como espessura máxima permitida para a sola das sapatilhas a serem utilizadas pelos atletas e a Nike confirmou nesta quinta-feira que está a ultimar o lançamento de um novo modelo, o AlphaFly Next%, cuja espessura chega aos… 39,5 milímetros. Este será um melhoramento claro do modelo Vaporfly, passando a melhoria do desempenho da casa dos 4-5% para cerca de 8%.

Com a Nike a “esticar” os AlphaFly Next% até muito perto dos 40 milímetros de sola, a nova criação da marca norte-americana estará dentro das especificações da IAAF, entrando no espectro legal das sapatilhas de competição.

Para que não existam dúvidas acerca da legalidade das novas sapatilhas, a Nike anunciou ainda, citada pelo Guardian, que este novo calçado desportivo estará disponível nas lojas, neste Verão, cumprindo a outra regulação da IAAF – a de que o calçado de competição esteja disponível para todos os atletas nos meses anteriores aos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Embora não existam informações claras, a imprensa britânica volta a garantir que a Nike já detém várias patentes, pelo que as outras marcas terão dificuldades em encontrar espaço para criarem algo semelhante a estas sapatilhas pensadas para os maratonistas.

A Nike anunciou, por fim, que lançará o modelo Viperfly, desenhado para os velocistas. Este modelo não está, porém, dentro das especificações da IAAF, pelo que a marca garantiu estar a trabalhar na modificação deste calçado.