ISCTE acelera acordo e coloca metade dos professores no topo da carreira

Instituição de Lisboa atingiu três dos objectivos previstos para quatro anos em dois meses. Metade dos professores chega ao topo da carreira neste ano.

Maria de Lurdes Rodrigues
Foto
Miguel Manso

Dois meses depois da assinatura do “contrato de legislatura” com o Governo, o ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa tem garantido o cumprimento de três das metas com que se tinha comprometido para os próximos quatro anos. A instituição lançou os concursos que garantem que metade dos seus docentes chega às duas categorias de topo da carreira neste ano. O número de inscritos em pós-graduações e aposta na Ciência de Dados também cumprem as exigências.