Cascais está no top 5 dos Destinos Europeus do Ano

No “eurofestival” dos destinos turísticos, que Lisboa e Porto já venceram noutros anos, o galardão de 2020 foi para Colmar, em França.

,Riviera Portuguesa
Fotogaleria
Visit Cascais
Fotogaleria
Visit Cascais
Fotogaleria
Visit Cascais
Boca do Inferno
Fotogaleria
Visit Cascais
Turismo
Fotogaleria
Visit Cascais
Fotogaleria
Visit Cascais
,de praia
Fotogaleria
Visit Cascais
,de praia
Fotogaleria
Visit Cascais

Em 2019, Braga ficou a ver a vitória por um canudoBudapeste venceu os European Best Destinations 2019, que costuma juntar destinos estabelecidos e emergentes e é decidida por voto popular online, e a cidade dos arcebispos ficou em 2.º lugar a uns três mil votos da campeã. Este ano, a faixa de Destino Europeu do Ano vai para Colmar, na França mas vizinha da Alemanha e Suíça, com o seu centro histórico preservado, a cultura e vinhos da região da Alsácia ou o bairro da Pequena Veneza. 

Cascais, a nomeada portuguesa para a competição, ficou-se pela “menção honrosa” de entrar para o top 5. Enquanto Colmar somou quase 178 mil votos, Cascais apenas conseguiu pouco mais de 34 mil, o que lhe garantiu, precisamente o 5.º lugar. 

PÚBLICO -
Foto
Turismo de Cascais

No texto em que se promove a vila, e em que é comparada a Biarritz como um dos “mais bonitos e prestigiosos destinos costeiros da Europa”, destaca-se a sua “localização perfeita” ("a dois passos” de Lisboa e Sintra, Ericeira, Mafra) e o clima ameno. “A Riviera portuguesa oferece uma variedade surpreendente de paisagens e atracções”, lê-se, com chamadas para o lazer e negócios, golfe, sol, mar e desportos aquáticos. “Oferece uma nova definição para os conceitos de turismo baseados na ecologia e nas actividades”.

PÚBLICO - Colmar
Colmar Matthieu Cadiou/European Best Destinations
PÚBLICO - Colmar
Colmar Matthieu Cadiou/European Best Destinations
PÚBLICO - Colmar
Colmar Matthieu Cadiou/European Best Destinations
PÚBLICO - Colmar
Colmar Matthieu Cadiou/European Best Destinations
PÚBLICO - Colmar
Colmar Matthieu Cadiou/European Best Destinations
PÚBLICO - Colmar
Colmar Matthieu Cadiou/European Best Destinations
Fotogaleria
Matthieu Cadiou/European Best Destinations

Entre Colmar e Cascais, por ordem de votação ficaram Atenas (Grécia), Tblisi (Geórgia) e Viena (Áustria). Tal como acontece com as capitais grega ou austríaca, os destinos “grandes” não costumam ter bons resultados nestes prémios, decididos por votação popular e com resultados muito dependentes das campanhas das entidades turísticas e locais. Mais dois exemplos disto mesmo: Paris ficou em 9.º, Roma em 11.º. 

No top, destaque para a presença de Rijeka, na Croácia, que este ano anda nas bocas do mundo por ser uma das duas Capitais Europeias da Cultura 2020.

A competição European Best Destinations tem um longo historial de êxitos portugueses: Lisboa venceu logo na primeira edição e para o Porto já foram três nomeações, três vitórias.

Nesta que é a 11.ª edição deste “eurofestival” dos destinos turísticos, segundo dados enviados pela organização – a European Consumers Choice, organização sem fins lucrativos de consumidores e especialistas, com sede em Bruxelas, dedicada a “avaliar produtos e serviços” –, foram recebidos mais de 644 mil votos de 179 países, a maior votação de sempre.