Torne-se perito

Alentejo, Douro e Rui Paula entre “os melhores do ano” nos prémios da Revista de Vinhos

Na gala foi também divulgado o melhor vinho: o Niepoort Porto Vintage 2017. O melhor restaurante está na Póvoa e o chefe do ano em Viseu.

Vinho
Foto
jose maria ferreira

O vinho do Porto Niepoort Vintage 2017, o chefe autodidacta Rui Paula e o Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo estão entre Os Melhores do Ano 2019 eleitos pela Revista de Vinhos – Essência do Vinho.

Os prémios foram entregues durante um jantar realizado terça-feira na Alfândega do Porto e celebraram, ainda, os 30 anos daquela “publicação de referência” no sector vínico, informou a publicação em comunicado

O Niepoort Porto Vintage recebeu o prémio Vinho do Ano e a classificação máxima (nota 20) do painel de provadores da Revista de Vinhos. “Perfeição, firmeza e assombroso” foram expressões usadas pelo seu criador, Dirk Niepoort, para o descrever.

Rui Paula, o chefe que em 2019 recebeu a segunda estrela Michelin pelo restaurante Casa de Chá da Boa Nova, em Leça da Palmeira, Matosinhos, foi considerado Personalidade do Ano 2019 na Gastronomia.

O prémio Inovação/Investigação do Ano foi para o Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo, promovido pela Comissão Vitivinícola Regional Alentejana com o objectivo de produzir uvas e vinho de qualidade e de forma economicamente viável, ao mesmo tempo que se protege o meio ambiente.

Soalheiro, “a primeira marca de vinhos Alvarinho de Melgaço, a caminho dos 40 anos”, ganhou o título Marca do Ano 2019.

O Douro destacou-se com os prémios atribuídos à Quinta da Boavista, Produtor do Ano 2019, ao grupo Fladgate Partnership (Taylor"s, Fonseca, Croft e Krohn), Produtor de Vinhos Fortificados, a Pedro Frey Ramos, Produtor Revelação, e à Gran Cruz, considerada Empresa do Ano.

Nos prémios Personalidade, o presidente da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes há quase 20 anos, Manuel Pinheiro, venceu a categoria Personalidade do Ano 2019 no Vinho.

“António Alves, português emigrado no Brasil desde a década de 40 do século passado, responsável pela cadeia de restaurantes Rancho”, levou o prémio Personalidade do Ano 2019 no Brasil.

A Revista de Vinhos distinguiu com o Prémio Homenagem a ex-presidente da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana durante 13 anos, Clara Roque do Vale, sustentando que foi uma “impulsionadora do Alentejo enquanto região muito significativa na produção de vinhos”.

O mesmo prémio foi atribuído também à britânica Jancis Robinson, jornalista, crítica de vinhos, autora de publicações de referência sobre vinho e conselheira da Casa Real, e a Leonor Freitas, “a líder da Casa Ermelinda Freitas, que transformou o projecto familiar numa das mais importantes empresas produtoras da Península de Setúbal”, hoje também presente nas regiões dos Vinhos Verdes e do Douro.

O restaurante Egoísta, do Casino da Póvoa de Varzim, chefiado por Hermínio Costa, é o Restaurante Gastronómico do Ano, em Matosinhos está o Restaurante com Melhor Serviço de Vinhos, Os Lusíadas, e Diogo Rocha, do restaurante Mesa de Lemos, em Passos de Silgueiros, em Viseu, que em 2019 alcançou também uma estrela Michelin, é o Chefe de Cozinha do Ano.

A cidade de Lisboa, “que fervilha com novos espaços de hotelaria e restauração para todos os gostos, combinando classicismo e novas tendências”, segundo frisa a Revista de Vinhos, obteve o galardão Destino Gastronómico do Ano.

Sugerir correcção