General lamenta que messes da Marinha e Exército não tenham sido investigadas

Principal suspeito de corrupção nas cantinas da Força Aérea fala pela primeira vez para proclamar inocência.

Força do ar
Foto
PAULO PIMENTA / PUBLICO

Por mais de uma vez, o arguido de patente mais alta no processo de corrupção nas messes da Força Aérea, o major-general Milhais de Carvalho, elogiou esta quarta-feira a qualidade da comida servida por este ramo das Forças Armadas nas suas unidades, por comparação com a das suas congéneres da Marinha e do Exército. O discurso gastronómico parecia quase deslocado da sala de audiências do tribunal de Sintra, onde está a ser julgado um caso de corrupção: “Sempre se comeu bem na Força Aérea. Para mim, a alimentação era motivo de orgulho”.