Isabel dos Santos: Ministério Público vai investigar suspeitas de branqueamento a partir de Portugal

Autoridades angolanas ainda não fizeram qualquer pedido de cooperação a Portugal no âmbito do processo criminal em que a filha do ex-Presidente angolano é suspeita de má gestão e desvio de fundos. Depois de encontro com Lucília Gago, procurador-geral de Angola continua em Portugal e vai reunir-se com outros responsáveis do Ministério Público

Foto
O procurador-geral angolano Pitta Grós encontrou-se ontem com a homóloga portuguesa, Lucília Gago REUTERS/Pedro Nunes

O Ministério Público português vai investigar suspeitas de branqueamento de capitais relacionadas com transferências avultadas ordenadas pela empresária Isabel dos Santos, considerada a mulher mais rica de África, a partir de contas sediadas em Portugal. Isto porque as autoridades angolanas não possuem competência, à luz da sua própria legislação, para investigar a lavagem de dinheiro realizada a partir do estrangeiro.