dr
Foto
dr

A nova obra de Björk muda com o tempo

Em parceria com a Microsoft, Björk criou Kórsafn, uma composição musical que varia conforme o clima. Está em constante reprodução num hotel em Nova Iorque.

Chama-se Kórsafn e é a mais recente criação musical de Björk. A artista islandesa foi aos seus arquivos, em particular aos arranjos para coros feitos nos últimos 17 anos, e, em parceria com a Microsoft, deu-lhes uma nova vida. Quem por agora entrar no lobby do hotel nova-iorquino Sister City poderá ouvir a composição, que está em constante reprodução e muda consoante o estado do tempo.

Através de uma câmara situada no telhado do edifício, é possível, por exemplo, perceber a posição do sol ou a pressão atmosférica. Com recurso a inteligência artificial, a música reproduzida varia de acordo com as mudanças climáticas detectadas pelo sistema.

Como "Kórsafn" foi trabalhada por Björk

O programa está constantemente a ser melhorado, permitindo que, ao longo da experiência, seja possível captar e perceber mais variações no céu. A Microsoft quer melhorar o alcance e precisão do sistema, para que reconheça nuvens mais densas, neve, chuva, céu limpo, diferentes pássaros e diferentes estações.

“Os meus arquivos irão flutuar, através do pinball da inteligência artificial, pela rede de migrações de pássaros, nuvens, aviões e aquela coisa voluptuosa chamada barómetro”, disse a cantora em comunicado. Confessou também estar curiosa com os resultados da experiência.

Kórsafn, que em português significa arquivo de coros, inclui elementos sonoros que pertencem ao aclamado Hamrahlid, grupo coral islandês, fundado em 1981 e que Björk integrou em jovem, e que agora a acompanha na digressão Cornucopia.

Esta parceria entre o Hotel Sister City e a Microsoft não é inédita. Em 2019, a artista Juliana Barwick teve uma experiência semelhante no mesmo espaço. Quem quiser pode acompanhar a transmissão aqui.

PÚBLICO -
Foto
O coro Hamrahlid MICROSOFT
Sugerir correcção