Ambientalistas prometem lutar contra “péssima” solução para o Montijo

Associações de defesa do ambiente têm três meses para avançar com uma queixa em tribunal e já decidiram fazê-lo. Zero também deverá interpor uma providência cautelar no âmbito da acção judicial que já apresentou, na tentativa de suspender o processo de imediato

Foto
Os flamingos fazem parte das espécies que se podem observar no estuário do Tejo Daniel Rocha

Apesar das medidas de acompanhamento previstas para todo o processo de desenvolvimento do aeroporto do Montijo e das medidas compensatórias anunciadas na Declaração de Impacte Ambiental (DIA) favorável condicionada emitida pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA), oito associações ambientalistas já anunciaram que vão recorrer ao tribunal e às autoridades europeias para tentar travar o processo. Falta de bases sólidas que justifiquem esta DIA, a ausência de uma Avaliação Ambiental Estratégica (AAE) e a ausência de verdadeiras medidas compensatórias, estão entre as queixas dos ambientalistas.