Brasil investiga dinheiro desviado da Sonangol para resort de luxo

Dinheiro desviado da Sonangol foi investido no resort Mussulo e no edifício Solar Tambaú por Castro Paiva, próximo de José Eduardo dos Santos e de Isabel dos Santos. E amigo do ex-vice-presidente angolano, Manuel Vicente.

Uma imagem de um dos edifícios do Mussulo Beach Club
Foto
Uma imagem de um dos edifícios do Mussulo Beach Club, na praia de Tabatinga, no litoral sul da Paraíba DR

A Polícia Federal (PF) do Brasil acredita que pelo menos 90 milhões de reais (19,5 milhões de euros) desviados da Sonangol foram investidos por José Carlos de Castro Paiva, homem de confiança do antigo Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, e da filha Isabel dos Santos, na construção de dois empreendimentos de luxo no estado brasileiro da Paraíba.