Médicos sem especialidade: concurso extraordinário previsto para 2019 não saiu do papel

Se o concurso extraordinário avançar, é provável que os médicos que foram ficando de fora venham a ter que fazer uma nova prova nacional de acesso, avisa responsável da Ordem dos Médicos.

Foto
Nuno Ferreira Santos

O concurso extraordinário para médicos que ficaram sem vaga para a formação especializada e que estava previsto no anterior Orçamento do Estado (2019) não avançou nem se sabe ainda se vai ser lançado. Carlos Cortes, o responsável pelo pelouro da formação na Ordem dos Médicos (OM), adianta que o Ministério da Saúde apenas pediu à Ordem na última semana do ano, “entre o Natal e o Ano Novo”, que desencadeasse o processo para a identificação de vagas nos serviços, quase um ano depois de o anterior Orçamento do Estado incluir uma norma para o lançamento deste concurso extraordinário.