Juiz pede escusa do processo dos emails por ser benfiquista

Magistrado alega que até recebeu o emblema Águia de Ouro por ter completado 50 anos de associado do clube dos encarnados e que o seu clubismo pode levantar suspeitas quanto à sua imparcialidade.

Foto
Juiz desembargador Eduardo Pires diz que é sócio do Benfica desde os oito anos de idade Daniel Rocha

O juiz desembargador Eduardo Pires, do Tribunal da Relação do Porto, pediu escusa do processo do caso dos emails do Benfica, em que o Futebol Clube do Porto, Porto SAD, Porto Canal e Francisco J. Marques, director de comunicação dos portistas, foram condenados a pagar cerca de dois milhões de euros pela divulgação da correspondência electrónica no programa Universo Porto — da Bancada do Porto Canal.