Página da Associação Portuguesa de Árbitros pirateada em defesa de Rui Pinto

Rui Pinto, criador do Football Leaks, está em prisão preventiva.

Foto

A página da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol foi alvo de um ataque de piratas informáticos em defesa de Rui Pinto. Na primeira página do site é possível ver uma fotografia de Rui Pinto, responsável pelos Football Leaks, detido e acusado de 90 crimes, e um pequeno texto sobre a corrupção no futebol português.

Um grupo chamado Cyberteam reclamou a autoria do ataque nas redes sociais. A mensagem deixada por este grupo acusa as autoridades portuguesas de não investigarem a corrupção a partir das informações reveladas pela plataforma Football Leaks.

Rui Pinto, criador do Football Leaks, que argumenta ser um whistleblower da corrupção no futebol, está em prisão preventiva, acusado de 90 crimes: um crime de tentativa de extorsão, seis de acesso ilegítimo, 68 de acesso indevido, 14 de violação de correspondência e um de sabotagem informática.