Mais de 6000 professores chegaram ao topo da carreira no último ano

Descongelamento e recuperação do tempo de serviço permitiu que 45 mil docentes tivessem progressões.

,Professor
Foto
Nuno Ferreira Santos

Mais de 6000 professores atingiram, no ano passado, o 10.º escalão, o mais elevado da carreira docente, que estava até agora praticamente vazio. Este é um dos resultados do descongelamento das progressões na função pública e também dos primeiros efeitos da recuperação do tempo de serviço. Ao todo, 45 mil docentes tiveram uma promoção em 2019.