Torne-se perito

“Trump sabia de tudo”, afirma operacional da pressão da Casa Branca sobre a Ucrânia

Lev Parnas participou na divulgação de informações prejudiciais sobre Joe Biden e no processo que levou ao afastamento da embaixadora norte-americana em Kiev. Em duas entrevistas, implicou também o procurador-geral, William Barr, e o congressista republicano Devin Nunes.

Donald Trump afirma que estava apenas interessado em combater a corrupção na Ucrânia
Foto
Donald Trump afirma que estava apenas interessado em combater a corrupção na Ucrânia Reuters/KEVIN LAMARQUE

Horas antes de o Senado norte-americano abrir oficialmente o julgamento do Presidente dos Estados Unidos por abuso de poder e obstrução do Congresso, o que aconteceu esta quinta-feira, o principal responsável no terreno pela campanha de pressão sobre a Ucrânia que está na base do processo de impeachment veio afirmar que Donald Trump “sabia de tudo o que estava a acontecer na Ucrânia”. Em duas entrevistas, na noite de quarta-feira, o empresário Lev Parnas disse também que ficou “chocado” quando viu o congressista republicano Devin Nunes a contrariar testemunhas prejudiciais para Trump durante as audições na Câmara dos Representantes: “Ele estava envolvido em obter informações sobre Biden”, afirmou.