David Bowie
DR

Patrik Svensson, as enguias e o mistério das origens

O Evangelho das Enguias, um livro premiado e best-seller na Suécia, foi a sensação da última Feira do Livro de Londres. Primeira obra de um jornalista sueco é uma homenagem literária à enguia, um dos enigmas do mundo animal, e também à relação entre um pai e um filho.

A determinada altura de O Evangelho das Enguias, o jornalista e escritor sueco Patrik Svensson conta-nos a história de Rachel Carson (1907-1964), “uma das biólogas marinhas mais famosas e influentes do século XX”, que quando trabalhava para o Departamento de Pescas dos EUA escreveu uma introdução para uma brochura sobre a vida no mar. Chamou-lhe O Mundo das Águas. Mas o seu chefe, depois de a ler, considerou que não se encaixava bem num folheto informativo daquela entidade e aconselhou-a a enviá-lo para a Atlantic Monthly. Foi assim que Rachel Carson se tornou escritora e lançou em 1941 o seu primeiro livro, Under the Sea-Wind, que se baseava nesse texto que acabou por ser publicado pela revista norte-americana.