Reportagem

A Floresta Laurissilva é uma máquina do tempo que nos leva “para outro século”

Percorremos a Levada do Rei e subimos a mais de 700 metros para ver o que se esconde entre o denso arvoredo da Floresta Laurissilva que a UNESCO classificou como Património da Humanidade há 20 anos. E que sorte é termos ali a natureza, a Madeira, em estado puro. Esta é a quarta de uma série de reportagens pelos lugares de Portugal que a UNESCO tornou do mundo.

É a vegetação que se ergue, verde e imponente, diante dos nossos olhos. Quando uma brecha de luz aparece, no meio da neblina da manhã, entre o denso arvoredo da Laurissilva, ali se agigantam os vales e os montes, as pequenas aldeias perdidas na montanha. Ao fundo, o oceano.