Rio vota contra OE e duvida que Centeno fique no Governo

Líder do PSD considera que o Orçamento proposto não tem “rumo estratégico” e apenas elogia o superavit.

Foto
Manuela Ferreira Leite e Rui Rio José Sena Goulão/Lusa

Foi com uma grelha de sete critérios – e só um com resultado “positivo”, ainda que sem “mérito” do Governo – que Rui Rio analisou a proposta do Orçamento do Estado (OE) para 2020, para anunciar o voto contra da sua bancada, na generalidade, na próxima sexta-feira, véspera de eleições internas no PSD. O líder do partido e da bancada escolheu o encerramento de umas jornadas parlamentares (de um dia só) para o já esperado anúncio do chumbo.