Opinião

De regresso a Leça, para polemizar mais um pouco

É essa falta de mão, essa ausência de trabalho técnico e de qualquer vestígio de virtuosismo que choca em “A Linha do Mar”, de Cabrita Reis.

O director do PÚBLICO respondeu ontem ao meu texto sobre a obra de Pedro Cabrita Reis em Leça da Palmeira acusando-me de estar a aproveitar um gesto de vandalismo para depreciar “o valor da obra de Cabrita Reis” – o que, como crítica, devo admitir que não é das mais injustas que já me fizeram.