Só dez militantes do PSD fora da Europa podem votar nas directas

Sociais-democratas da diáspora vão apresentar queixa ao conselho nacional de jurisdição.

Foto
ADRIANO MIRANDA

Em quase 1600 militantes do PSD que vivem fora da Europa só dez vão poder votar nas próximas directas do partido por dificuldades de acesso ao novo sistema de pagamento de quotas. Um grupo de militantes da diáspora promete apresentar, nos próximos dias, uma queixa no conselho nacional de jurisdição e pondera o recurso aos tribunais, caso nada seja feito pelo PSD.