BE centra mensagem de ano novo no “caos climático”

Catarina Martins diz que “este é o tempo da acção”.

Catarina Martins
Foto
Catarina Martins (BE) Pedro Fazeres

O Bloco de Esquerda dá especial atenção ao “caos climático” na sua mensagem de ano novo. “Temos até 2030 para mudar o sistema para prevenir o caos climático, e temos de começar agora”, diz a líder do partido, Catarina Martins.

“Estamos a entrar em 2020 e está tudo por fazer. Este é o tempo da acção, que precisa de toda a gente. Temos até 2030 para reduzir drasticamente as emissões de CO2 para a atmosfera, para transformar a indústria, os transportes, para fazer a transição energética”, afirma a bloquista na mensagem divulgada nesta segunda-feira - também o PCP já divulgou a sua, no final da semana passada.

A coordenadora do BE diz ainda: “Em 2019 as pessoas já se fizeram ouvir: pela emergência climática, mas também pelos direitos, os direitos das mulheres contra os juízes machistas, os direitos dos afrodescendentes, os direitos de quem trabalha, o direito a uma habitação digna para toda a gente, o direito a ter serviços públicos”.

“Aprendemos com quem luta. Lutamos juntos, juntas. Aqui estamos para todos os desafios, um bom 2020!”, conclui.

A mensagem de Ano Novo do Presidente da República será revelada na quinta-feira, dia 1 de Janeiro. Marcelo Rebelo de Sousa vai passar o reveillon à ilha do Corvo