Opinião

Não conseguir fugir

A letra do Não venhas tarde mostra o machismo português com todas as falinhas mansas com que tenta encobrir-se.

É sublime o que Mário Laginha vai buscar ao Não venhas tarde no disco sem limites de qualquer espécie que gravou com Camané, de nome Aqui Está-se Sossegado.