Viagem pelo Oeste Americano

O leitor Helder Taveira partilha a sua experiência nos Estados Unidos.

Foto

Há muito tempo que andava com vontade de conhecer alguns dos parques naturais dos Estados Unidos da América. A hora chegou nas últimas férias de Agosto.

Assim, depois de um voo de 11 horas via Frankfurt, aterrámos em Los Angeles. O nosso objectivo era conhecer alguns dos maravilhosos parques naturais dos EUA, contudo não deixamos de passar pela famosa Beverly Hills, Hollywood Boulevard, calçada da fama, onde os turistas se atropelam para encontrar no chão as estrelas dos seus actores favoritos. Passámos ainda pela praia de Santa Mónica, cenário de alguns filmes e séries e onde termina a famosa Route 66. Ainda uma breve passagem por Palm Springs, cidade situada a sul da Califórnia, famosa pelas águas termais, e que continua a ser o refúgio de muitas estrelas de cinema.

O Parque Nacional Joshua, situado no deserto de Mojave, foi o primeiro que visitámos. O seu nome provém de uma espécie de cacto, encontrado quase exclusivamente nesta região, denominado Joshua Tree. Foi neste parque que Bono Vox se inspirou para dar nome ao famoso álbum dos U2, Joshua Tree.

No trajecto, fizemos um troço da Route 66, a estrada mais famosa dos EUA inaugurada em 1926 para ligar Chicago a Los Angeles, terminando na praia de Santa Mónica.

Impressionante também foi a nossa passagem pelo Monument Valley, Arizona. Foram aqui realizados os melhores filmes clássicos de cowboys e era este o cenário preferido do realizador John Ford. Foi emocionante passar por este local e imaginar que tiveram aqui lugar muitas batalhas de índios e cowboys, perpetuadas em filmes, muitos deles protagonizados por John Wayne. Neste lugar, ainda podemos contactar com os índios navajos, para compreender um pouco da sua cultura. Almoçámos com eles num cenário digno de filmes.

Seguiu-se a passagem pelo Grand Canyon, escavado ao longo de milhões de anos pelo rio Colorado. Sobrevoámos este enorme desfiladeiro, Património Mundial da UNESCO, precisamente no ano em que se comemora o primeiro centenário da inauguração deste belo parque natural.

De avioneta, sobrevoámos o lago Powell, formado por uma represa do rio Colorado, situado na fronteira entre os estados de Utah e Arizona, e que é o segundo maior lago artificial deste país.

Passámos por Badwater, situado no Parque Nacional Vale da Morte, a norte do deserto de Mojave, Califórnia. É aqui o local mais baixo da América do Norte, com uma profundidade de 86 metros abaixo do nível do mar.

Inesquecível foi também a passagem pelo Parque Nacional Brice Canyon, no estado de Utah. As rochas deste parque devem as suas formas à chuva e ao gelo que se infiltra na pedra calcária, partindo-a. Devido às formas das rochas, os índios apelidavam-nas de Chaminés de Fadas.

A esperada chegada a Las Vegas foi empolgante. É uma cidade incrível e cheia de divertimento. Cada hotel mais majestoso que o outro. Ficou na retina o espectáculo nocturno de água e luz visto do Hotel Bellagio. Os casinos sempre cheios de gente à procura da fortuna fácil.

Depois de uma curta passagem por Mamoth Lakes, com as suas montanhas e lagos exuberantes, chegámos por fim ao maravilhoso Parque Nacional Yosemite, também Património UNESCO.

Subir o rochedo monolítico El Capitan é o sonho dos alpinistas. O primeiro a escalá-lo sem qualquer equipamento foi Alex Honnold, proeza que ficou documentada no filme Free Solo, vencedor este ano do Oscar para o melhor documentário.

Ao som da música de Scott Mackenzie, chegámos a São Francisco. Tranquila e considerada por muitos a cidade com melhor qualidade de vida dos EUA, é também conhecida pela neblina que dura o ano todo, pela emblemática Ponte Golden Gate, pelos eléctricos que percorrem a cidade e ainda pelas suas coloridas casas vitorianas. Em frente à baía de São Francisco fica a ilha de Alcatraz, onde se situa uma das prisões mais famosas do mundo e que albergou os criminosos mais perigosos, entre eles Al Capone.

A visita a São Francisco não podia ficar completa sem passar pela Lombart Street, a rua mais fotografada desta cidade e que os realizadores de Hollywood frequentemente escolhem para filmar cenas de acção.

Para terminar a viagem, atravessámos a ponte Golden Gate e fomos visitar Sausalito, a charmosa cidade que já foi uma comunidade de pescadores e hoje é o refúgio de empresários e artistas bem-sucedidos. A cidade tem uma vista deslumbrante para a baía de San Francisco. De um lado o mar, do outro a ponte Golden Gate.

Helder Taveira e Luísa Matos

Sugerir correcção