Jorge Jesus: “Não se notou qual é a melhor equipa do mundo”

O Flamengo perdeu a final do Mundial de Clubes frente ao Liverpool. Treinador português vai ser agraciado.

Foto
Reuters/IBRAHEEM AL OMARI

Jorge Jesus, treinador do Flamengo, recordou que a derrota na final do Mundial de Clubes, frente ao Liverpool, foi averbada frente à melhor equipa do mundo. “O Flamengo fez um grande jogo. Jogou ‘só’ contra a melhor equipa do mundo, mas não se notou quem era o melhor do mundo”, disparou, ainda no relvado do Khalifa International Stadium. E reforçou: “Não jogámos contra o campeão da Champions, jogámos com a que é considerada a melhor equipa do mundo”.

Sobre a partida, Jesus garantiu que a equipa brasileira estava prevenida para a força dos ingleses nas transições, forma como acabaram por marcar o golo, mas não culpou os jogadores: “Havia jogadores com alguma fadiga. Fomos mexendo e fizemos tudo, mas não há nada a dizer desta equipa. É um grande orgulho ter montado uma equipa com tanta qualidade”. “No jogo estiveram duas equipas do mais alto nível no mundo”, finalizou.

Jesus agraciado pela Presidência da República

O atestado da qualidade do trabalho do treinador português chegou também, neste sábado, por vias oficiais. Isto porque o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou a decisão de condecorar Jorge Jesus com a Ordem do Infante D. Henrique, “pelo prestígio que o seu trabalho como treinador lhe granjeou, bem como a Portugal”.

“Depois de importantes vitórias em Portugal, Jorge Jesus afirmou-se também no estrangeiro e, em particular no Brasil e na América Latina, com a vitória do Flamengo no “Brasileirão” e na Taça dos Libertadores. Jorge Jesus é assim agraciado, como o foram no passado outros treinadores portugueses de grande destaque e, nomeadamente, que também ganharam grandes títulos internacionais”, pode ler-se no site da Presidência da República.