Rabanadas vegan
Foto
Rabanadas vegan Alexandra Mendes Ribeiro

Mesa de Natal alternativa: rabanadas vegan

Natal não tem que ser sinónimo de peixe e carne na mesa — e há cada vez mais projectos que divulgam alternativas, sem perder a tradição. Alexandra Ribeiro, chef vegan, faz sobremesas sem leite e ovos (mas ninguém nota a falta deles).

Rabanadas no forno em calda de laranja e louro, por Alexandra Ribeiro 

De que precisas:

  • 12 fatias de cacete de véspera com 1,5 centímetros de espessura
  • 600 ml de bebida vegetal de arroz, aveia ou amêndoa
  • 1 colher e meia de sopa de canela em pó
  • 1 colher e meia de sopa de açúcar mascavado fino
  • 1 colher de café de açafrão ou curcuma em pó
  • 1 pau de canela
  • raspas de um limão pequeno
  • óleo de amendoim ou de girassol q.b. (facultativo)

Como fazer (passo a passo): 

  1. Pré-aquece o forno a 180-200 graus.
  2. Num recipiente, prato ou tabuleiro, coloca o açúcar e a canela em pó, mistura os dois e reserva.
  3. Forra um tabuleiro de ir ao forno com papel vegetal e um pouco de óleo e reserva também.
  4. Põe, numa panela, a bebida vegetal, as raspas de limão, o açafrão e o pau de canela. 
  5. Aquece o “leite” em lume mínimo/médio sem deixar ferver.
  6. Depois, mergulha as fatias do pão e, com uma escumadeira, retira-as para o tabuleiro, distribuindo-as uniformemente.
  7. Leva as rabanadas ao forno durante 10 a 15 minutos.
  8. A meio do tempo no forno, vira as fatias.
  9. Estando prontas e mornas, passa as fatias de ambos os lados no preparado de açúcar e canela e coloca-as num prato ou travessa.
  10. Rega com a calda de laranja sugerida abaixo.

 De que precisas para a calda de laranja:

  • 200 ml de água
  • 90g de açúcar mascavado
  • 1 casca/vidrado (sem a parte branca) da laranja e sumo da mesma (laranja média)
  • 1 pau ou folha de louro (médio)
  • 50 ml de vinho tinto (facultativo)

 Como fazer (passo a passo):

  1. Num tacho, adiciona todos os ingredientes e deixa ferver até que o açúcar se dissolva totalmente.
  2. Retira do lume e verte a calda por cima das rabanadas, a gosto.
  3. Sugiro que reserves um pouco da calda, numa molheira, para acompanhar ao lado do empratamento e depois refrescar mais um pouco as rabanadas no momento de servir. 
Sugerir correcção