O corpo-a-corpo com o Brasil nunca foi tão intenso

A eleição de Bolsonaro encarniçou as guerras culturais que nos últimos anos se tornaram o novo normal no Brasil. E que em 2019, mais do que nunca, roubaram os palcos portugueses, sintonizando-os em tempo real com uma produção artística turbinada pelo luto e pela luta.