Bloco desafia Centeno a revelar 30 anos de fiscalizações à Zona Franca

A deputada do Bloco, Mariana Mortágua, quer saber mais sobre a presença na Zona Franca da Madeira de sucursais de bancos após o fim do centro financeiro em 2011. Regime fiscal, considera, é um tema “tabu”, mas é tempo de o escrutinar.

Foto
Mortágua considera que não há vontade política de “disciplinar” a ZFM Nuno Ferreira Santos

Há nove meses à espera que o Governo responda a uma pergunta parlamentar, a deputada do Bloco de Esquerda (BE) Mariana Mortágua vai dar um novo passo para exigir ao ministro das Finanças evidências do controlo tributário realizado às empresas da Zona Franca da Madeira (ZFM) — e, desta vez, sobe a parada, desafiando Mário Centeno a apresentar prova das fiscalizações concretizadas nas três décadas do centro de negócios, de pé desde 1987.